Vereador Segalla questiona 'megadistrito' e cobra Instituto de Planejamento

12/04/2018 - O parlamentar pondera que governo precisa resolver gargalos dos distritos industriais já existentes

Segalla também falou das mudanças no secretariado

  O vereador José Roberto Segalla (DEM) usou a Tribuna Parlamentar na última Sessão Legislativa para discutir os rumos do governo municipal. Entre os pontos levantados, cobrou o compromisso do prefeito Clodoaldo Gazzetta em criar o Instituto de Planejamento.

  O parlamentar lembrou que pessoas próximas do chefe do Executivo sempre tiveram a ferramenta como bandeira política e, ainda assim, o órgão concebido para pensar a cidade não saiu do papel.

  Segalla também voltou a questionar a proposta do governo em pleitear uma grande gleba junto ao Estado, a fim de transformá-la em um novo distrito industrial – apelidado de “megadistrito”.

  O parlamentar pontuou que, antes disso, a administração deveria cuidar das empresas que já estão instaladas nos distritos que já existem na cidade, nos quais há carência de infraestrutura básica e, em alguns casos, até da documentação necessária para oferecer segurança jurídica aos investidores.

Legado

  O vereador registrou ainda que a atual gestão dispõe de menos de 1.000 dias para cumprir as promessas de campanha do prefeito.

  Segalla, aliás, disse se preocupar com o legado que será deixado por Clodoaldo Gazzetta ao fim de seu mandato.

  Por fim, o vereador analisou as mudanças no primeiro escalão do governo municipal.

  Embora ressalte que o chefe do Poder Executivo tem o direito de fazer as mudanças que julga necessárias em seu secretariado, Segalla criticou os critérios adotados. “De que adianta tirar uma pessoa de um lugar e colocar em outro?”.

Assista à íntegra do pronunciamento do parlamentar

 

VINICIUS LOUSADA

Assessoria de Imprensa