Telma pede mais transparência no diálogo junto aos movimentos de moradia

13/04/2017 - A parlamentar fez um balanço sobre os primeiros 100 dias do governo Clodoaldo Gazzetta

Telma também falou sobre problemas no Jardim Niceia

A vereadora Telma Gobbi (SD) pediu, na sessão legislativa da última segunda-feira (13/04), que a discussão relacionada às pautas dos movimentos de moradias que se organizam em diversos acampamentos da cidade seja tratada com mais transparência.

Segundo ela, não se pode vender ilusões a esses grupos, cada vez maiores, em função da migração de pessoas a Bauru, atraídas pela ideia de que, no município, serão contempladas por terras.

A parlamentar frisou que, embora sem comprovação, sabe-se que, nesses acampamentos, as famílias pagam valores mensais, na expectativa de serem assistidas por políticas públicas de habitação.

“Estamos em um momento em que as pessoas querem franqueza, mesmo que a verdade seja um não”, frisou.

Telma fez estes apontamentos em meio a um balanço sobre os primeiros 100 dias do governo Clodoaldo Gazzetta (PSD).

A vereadora contestou a auto-avaliação do chefe do Executivo, divulgada por veículos de comunicação da cidade no começo da semana.

Ela discorda do entendimento de que 98% dos compromissos firmados para este primeiro momento da administração tenham sido cumpridos. “Não vejo problemas, mas a nova política começa com sinceridade”.

Durante sua intervenção, Telma também tratou de carências e problemas vivenciados pelas famílias que vivem no Jardim Niceia.

Assista à íntegra do pronunciamento da parlamentar.

 

VINICIUS LOUSADA

Assessoria de Imprensa