Telma Gobbi pede reforço no respaldo a famílias de baixa renda por distanciamento social mais efetivo

- Assessoria de Imprensa

Na Sessão Legislativa de segunda-feira, a parlamentar também reiterou as cobranças pela abertura dos 40 leitos de enfermaria no ainda parado Hospital das Clínicas

No uso da Tribuna da Câmara de Bauru, na última segunda-feira (15/06), a vereadora Telma Gobbi (PP) pediu atenção do Poder Executivo para a necessidade de reforço das políticas sociais voltadas à população de baixa renda para garantir que essas pessoas consigam, efetivamente, cumprir as normas de distanciamento social estabelecidas para prevenir a disseminação do novo coronavírus.

“Vá na periferia e veja se as pessoas têm condições de fazer. Então, tem que prover os locais do isolamento, prover o sustento daquela família enquanto os responsáveis não estão conseguindo trabalhar”, salientou.

Telma também frisou a importância do projeto de testagem levado ao Sambódromo Municipal no último sábado, quando 1.069 pessoas foram submetidas a exames para o diagnóstico da COVID-19.

A parlamentar falou sobre a importância de ações visando o mapeamento da disseminação do vírus no município, para auxiliar a definição de medidas preventivas mais efetivas.

Hospital das Clínicas

A importância da ativação dos 40 leitos para pacientes com COVID-19 no ainda parado Hospital das Clínicas também foi reiterada por Telma Gobbi. Ela explicou que a operação da unidade pela Famesp foi questionada em ação judicial. O Ministério Público, entretanto, já se manifestou pela improcedência do pleito.

Médica, a parlamentar preside a Comissão de Saúde da Câmara de Bauru, que já havia encaminhado à Promotoria ofício solicitando a tomada de providências para cobrar a abertura do HC. Leia mais

“A saúde não é de hoje que agoniza. Nós sabemos que faltam vagas de internação e atendimentos nas especialidades Esse hospital pode ser um alento para Bauru e região” finalizou a vereadora.

Ainda na Tribuna, Telma Gobbi apelou para que o Governo de São Paulo se sensibilize, abra o hospital e o mantenha funcionado após a pandemia do novo coronavírus.

Assista à íntegra do pronunciamento