Software inovador criado pela Câmara de Bauru auxilia gestão de mandato parlamentar e pode ser utilizado em todo o país

11/04/19 – Por meio de acordo de cooperação, vereadores de cidade do Mato Grosso já utilizam a tecnologia desenvolvida em Bauru

Um software criado de forma inovadora pela Câmara Municipal de Bauru completa dois anos e já é adotado por outras esferas legislativas do país. É o programa “Gestão de Gabinete”, que auxilia diariamente os vereadores, oferecendo autonomia operacional para o controle das atividades parlamentares.

A ferramenta foi desenvolvida pelo setor de Serviço Tecnológico em Informática do Legislativo de Bauru, em 2017. O objetivo era controlar os requerimentos feitos por munícipes e gerar relatórios com o diagnóstico dos principais problemas em diferentes regiões da cidade.

A eficácia do sistema estendeu o interesse a outros órgãos legislativos. É o caso da Câmara Municipal de Barra do Garças (MT). A utilização do software foi cedida recentemente pela Câmara de Bauru, mediante um Acordo de Cooperação Técnica.

O documento contempla um termo autorizativo de uso da tecnologia, assinado pelo atual presidente da Casa, vereador José Roberto Segalla (DEM), seguindo as definições de “código aberto”. Ou seja, o software desenvolvido é livre para ser utilizado de forma gratuita por outros órgãos legislativos.

Necessidades dos gabinetes

Segundo a chefe de serviço em Tecnologia da Informação da Câmara de Bauru, Bianca Tiszolczki, apesar da eficácia, “o aplicativo está em constante evolução, para se adequar cada vez mais às especificidades do trabalho dos vereadores de Bauru”.

Ela acrescenta que o acordo não estabelece contrapartidas à Câmara que requereu o suporte, uma vez que o objetivo da parceria é “estimular a modernização, integração, cooperação e compartilhamento entre as casas legislativas”. Sendo assim, a Câmara de Barra do Garças poderá realizar modificações no software, à medida que as necessidades forem surgindo.

Segundo Thiago Nogueira, responsável pela instalação do programa na Câmara da cidade mato-grossense, a demanda surgiu a partir da necessidade de agilizar o dia a dia de trabalho dos vereadores, assegurando a informatização dos processos e atividades dos gabinetes. “Procuramos algo parecido em várias câmaras, mas o programa de Bauru foi o melhor”, avalia.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru