Câmara rejeita pedido de CEI para apurar prestação de serviços pela empresa Lacom

- Repórter Fotográfico

27/10/14 - Por nove votos contrários e sete favoráveis o plenário da Câmara Municipal rejeitou na sessão desta segunda-feira pedido de instalação de Comissão Especial de Inquérito para apurar o uso de atas de registros de preços para a prestação de serviços pela empresa Lacom.

Na mesma sessão, anteriormente, foram lidos o relatório produzido pelo vereador Moisés Rossi e o parecer final da Comissão de Fiscalização e Controle, que apontou pelo arquivamento do processo no âmbito da Comissão, com a ressalva da necessidade que a matéria tivesse continuidade em seu processo investigativo, com outros instrumentos disponíveis no Legislativo. Além do vereador Moisés Rossi, compõem a Comissão de Fiscalização e Controle também os vereadores Lima Júnior, Roberval Sakai, Renato Purini e Roque Ferreira.

Dos processos que constavam da pauta, em primeira discussão, foi aprovado o sobrestamento por 8 sessões ordinários do projeto de Lei 31/14, que cria cargos de Coordenador de Modalidade Esportiva no âmbito da Prefeitura Municipal de Bauru. Por unanimidade foram aprovados os projetos de lei que dispõe sobre a elaboração de Estudo de Impacto de Vizinhança, de autoria de diversos vereadores e o que dispõe sobre o Programa de Prevenção e Punição a Atos de Pichação nos bens públicos e de terceiros no âmbito do Município de Bauru e autoriza o Município a criar o Disque Pichação, linha telefônica que recebe denúncias sobre pichadores e suas ações de autoria do vereador Raul Gonçalves Paula.

 

Adão Nereu - Assessoria de Imprensa