Sem gastar nada a mais: Mané Losila mobiliza empresas que recolhem ICMS a financiar projetos esportivos

21/05/2019 - Ressaca Futebol Clube teve projeto aprovado por programa estadual de incentivo, mas, para garantir verbas, precisa que empresas autorizem o governo a destinar parte do tributo pago à iniciativa da entidade

Losila: alternativa à escassez de financiamento do esporte

 O vereador Mané Losila (PDT) fez um apelo, na Sessão Legislativa da última segunda-feira (20/05), para que empresas bauruenses recolhedoras de ICMS autorizem o governo de São Paulo a destinar parte do tributo que pagam a projetos previamente aprovados em programa estadual de fomento ao esporte.

 Diante da dificuldade de entidades em captar recursos para desenvolver atividades na área, o parlamentar observou que esta ferramenta configura alternativa que em nada onera o empresariado.

 O Ressaca Futebol Clube, por exemplo, teve seu projeto aprovado e está autorizado a receber R$ 149 mil.

 Para isso, no entanto, depende que empresas que recolhem ICMS façam uma carta ao governo do estado, permitindo que parte do imposto seja destinado à associação. “Continuará pagando seu tributo normalmente, sem gastar nada a mais”, frisou Losila.

 O vereador observou que, caso o Ressaca consiga captar os recursos aprovados, outras entidades serão estimuladas a elaborar e submeter projetos ao programa estadual de estímulo ao esporte.

 Ele destacou ainda que essa pode ser uma fonte importante para o financiamento das atividades de diversas instituições ao pontuar, por exemplo, que, no quinto mês do ano, os repasses do Fundo Municipal de Desenvolvimento Esportivo ainda não foram feitos.

Assista à íntegra do pronunciamento

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru