Projeto do Executivo é retirado da Pauta

- Vinicius Lousada

Proposta prevê a unificação dos três Conselhos Internos de Política de Administração e Remuneração (CIPARs) e gerou pedido de prazo na Comissão de Economia da Casa

Pautada para apreciação em Primeira Discussão na Sessão da Câmara Municipal de Bauru desta segunda-feira (03/02), o Projeto de Lei de iniciativa do Poder Executivo que busca unificar os três Conselhos Internos de Política de Administração e Remuneração (CIPAR) instituídos no âmbito da Prefeitura de Bauru (Processo 274/19) teve a votação adiada.

Na apreciação em Plenário pela Comissão de Economia, Finanças e Orçamento, a vereadora Chiara Ranieri (DEM) solicitou prazo para emitir seu parecer.

O CIPAR é um órgão colegiado permanente de caráter consultivo e opinativo, que atua na formulação de estratégias e no controle de execução da política de administração. Compete a ele fiscalizar, controlar, propor modificações ou regulamentos, procedimentos e o desenvolvimento da política de pessoal das Secretarias Municipais e dos órgãos da Administração Direta.

Na Exposição de Motivos, o prefeito Clodoaldo Gazzetta alega que, embora formalmente existam três CIPARs apenas um está constituído e em atividade.

Trata-se do que foi criado pelo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da Secretaria de Administração. Os outros dois estão vinculados à Saúde e a Educação, que passariam a ter representação no primeiro, caso o projeto seja aprovado.