Professora Catini é empossada no cargo de vereadora

- Assessoria de Imprensa

A segunda suplente do MDB é educadora e ex-diretora de escola, e exercerá o mandato pela primeira vez, até o dia 15 de dezembro, durante a licença não-remunerada do vereador Mané Losila, titular da cadeira no Poder Legislativo

Maria Helena Catini Campagnucci, a Professora Catini, segunda suplente da chapa do partido Movimento Democrático Brasileiro, nas Eleições Municipais de 2020, tomou posse do cargo de vereadora, no início da tarde desta terça-feira (6/12), no Plenário “Benedito Moreira Pinto”, em razão da licença não-remunerada do primeiro suplente do partido, Renato Purini (MDB), que desde o dia 16 de novembro, exerce o cargo de vereador na Câmara Municipal.

A solenidade foi conduzida pelo presidente do Poder Legislativo de Bauru, Markinho Souza (PSDB), e contou com a participação do Primeiro Secretário, Pastor Bira (Podemos); do Segundo Secretário, Pastor Edson Miguel (Republicanos); e dos vereadores Julio Cesar (PP), Estela Almagro (PT), Junior Lokadora (PP), Junior Rodrigues (PSD), Serginho Brum (PDT), Miltinho Sardin (PTB), Beto Móveis (Cidadania), Eduardo Borgo (PMB), Marcelo Afonso (Podemos) e José Roberto Segalla (União Brasil). Também acompanharam a solenidade de posse, o vereador licenciado, Mané Losila (MDB), o primeiro suplente do MDB, Renato Purini, e familiares da Professora Catini.

A segunda suplente do MDB, Maria Helena Catini Campagnucci, tem 79 anos e, nas Eleições Municipais de 2020, recebeu 1.628 votos. A educadora exerceu o cargo de vereadora, como suplente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), na legislatura passada: 32ª, período de 13/2/2019 a 27/2/2019, totalizando 14 dias, em razão da licença não-remunerada de Sandro Bussola, à época vereador pelo mesmo partido.

Catini é nascida no município de Agudos e atuou como vereadora na cidade durante 20 anos. Em Bauru, estudou nos cursos de Magistério, História, Estudos Sociais e Pedagogia e contribuiu para a área educacional da cidade, como supervisora de ensino na Diretoria de Ensino de Bauru e ex-diretora na Escola Estadual Professor Christino Cabral, no Jardim Estoril II.

O primeiro suplente do MDB, Renato Purini, falou da sua alegria em poder compartilhar com Catini a possibilidade e a honra de representar a população eleitora na Casa de Leis. “A Senhora é muito combativa, os vereadores que ainda não conviveram saberão, é uma verdadeira leoa, uma lutadora. Que pese algumas diferenças que temos de atuação, eu acho que o que nos une é o amor pela cidade, a luta pelas coisas de Bauru”, destacou. Purini também aproveitou para agradecer aos vereadores pelo curto período em que serviu nesta legislatura.

Mané Losila, que está licenciado da vereança, pontuou ser a posse de Catini uma honra para ele e para o MDB. “Eu tenho certeza que estaremos bem representados aqui”, enfatizou.

Professora Catini, emocionada, agradeceu o carinho e atenção dos parlamentares. A suplente pontuou que a Câmara Municipal é forte e respeitada e relembrou sua trajetória na política do município de Agudos e do seu serviço prestado a Bauru. “Eu trabalho em Bauru há mais de 30 anos e eu aprendi a amar essa terra, essa terra é minha também. Aqui, os alunos são meus filhos”, destacou. Catini finalizou sua fala expondo como espera marcar a política municipal. “Eu quero sair da classe política do jeito que eu saí da educação: com a cabeça erguida, o dever cumprido e deixar para vocês esse legado maravilhoso de Bauru”, concluiu.

Temporário

Sobre o afastamento temporário de Mané Losila das atividades parlamentares, o Regimento Interno determina que o pedido de licença compreenda o período de 30 dias, que pode ser prorrogado. Entretanto, o vereador afastado pode voltar ao cargo a qualquer momento. A previsão é de que Mané Losila retorne à Câmara de Bauru no dia 15 de dezembro.