Presidente e vice se reúnem com servidores e traçam diretrizes para gestão da Câmara de Bauru

- Vinicius Lousada

Manutenção predial e reposição de servidores estão entre as ações prioritárias; Mesa busca fortalecer autonomia do Poder Legislativo

Junto a outros vereadores, o presidente e o vice-presidente da Câmara Municipal de Bauru, parlamentares Ricardo Cabelo (Republicanos) e Markinho Souza (PSDB), fizeram a primeira reunião com os servidores da Casa na manhã desta quinta-feira (14/01).

O objetivo foi comunicar as principais e primeiras diretrizes de trabalho para o biênio 2021-2022.

Ações de manutenção e recuperação do prédio do Poder Legislativo e a reposição do quadro de servidores aposentados ao longo dos últimos anos foram colocadas como prioridades pela nova gestão.

No primeiro caso, Ricardo Cabelo e Markinho Souza citaram a necessidade de pintura do prédio e adequações em alguns ambientes de trabalho.

O presidente informou que dará início a reuniões com cada diretoria da Casa para o levantamento de demandas específicas, visando também a tomada de providências para a contratação de empresa terceirizada para a realização de concursos públicos para as vagas que precisam ser preenchidas.

Desde 2016, 11 funcionários se aposentaram, sem que houvesse reposição nos postos de trabalho.

Markinho Souza citou o exemplo da falta de motoristas, que gerou a dependência de equipes da Prefeitura para a entrega de documentos entre os Poderes.

O diálogo com os servidores, a abertura para sugestões e os esforços para propiciar um ambiente de trabalho agradável também foram apresentados como diretrizes da Mesa Diretora.

De acordo com Ricardo e Markinho, essas diretrizes visam fortalecer institucionalmente o Legislativo e a defesa de sua autonomia, criando condições para uma maior proximidade junto à sociedade. “Para que a Câmara volte a ser a Casa do Povo”, pontuou o presidente.

Segundo o vice-presidente, essa compreensão interna sobre a relevância da instituição é ferramenta essencial para combater o senso comum de que o Poder Legislativo não é importante e que a Câmara e sua estrutura só funcionam em dias de Sessões Plenárias.

Ricardo Cabelo disse ainda que tomará decisões de maneira coletiva, junto aos demais membros da Mesa Diretora, formada também pelo primeiro secretário, Pastor Bira (Podemos), e pelo segundo secretário, Pastor Edson Miguel (Republicanos).

A Casa de Leis de Bauru é formada por cinco diretorias (Administrativa, Apoio Legislativo, Comunicação, Finanças e Recursos Humanos), Controladoria Interna, Gabinetes Parlamentares e Presidência. Atualmente, conta com 89 funcionários e 17 vereadores.

Consultor Jurídico

Durante a reunião, também foi apresentado o recém-nomeado consultor jurídico da Câmara, Sebastião Fernando Gomes.

Formado em Direito pela ITE, atua como advogado desde 2006 e tem 16 anos de experiência do Serviço Público Estadual.

Sebastião se colocou à disposição para, à luz da lei, trabalhar para que a máquina administrativa atenda a finalidade para a qual foi instituída, defendendo o Poder Legislativo, sem a interferência de questões políticas.

Os vereadores Luiz Carlos Bastazini (PTB) e Beto Móveis (Cidadania) acompanharam a reunião, que aconteceria na última terça-feira (12/01), mas foi adiado até que se confirmasse o resultado negativo do presidente do exame para COVID-19, disponibilizado na tarde de ontem (13/01).