Na Câmara Municipal, prefeito sanciona lei que amplia o Passe Idoso

15/05/2017 - Gazzetta confirmou que, inicialmente, terão direito ao novo benefício pessoas com idades entre 60 e 64 anos, com renda máxima de dois salários mínimos ao mês

Gazzetta foi recebido por todos os parlamentares na Sala da Presidência

Durante o intervalo da sessão legislativa desta segunda-feira (15/05), o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) reuniu-se com os vereadores de Bauru, na Sala da Presidência, onde assinou a sanção da lei que amplia a gratuidade da tarifa do transporte coletivo para idosos com idades entre 60 e 64 anos.

Acompanhado dos secretários de Negócios Jurídicos, Toninho Garms, e de Planejamento, Letícia Kirchner, o chefe do Poder Executivo aproveitou a ocasião para explicar quais serão os próximos passos para que o benefício entre em vigor.

Nos próximos 60 dias, a lei será regulamentada para que, inicialmente, sejam contempladas apenas os idosos com renda de até dois salários mínimos.

O critério socioeconômico, que será monitorado pela Secretaria do Bem-Estar Social (Sebes), será adotado, contudo, somente para os novos beneficiários da gratuidade. Idosos com 65 anos ou mais continuarão tendo direito à isenção, independentemente da faixa de renda.

À TV Câmara, Gazzetta declarou acreditar que, até o fim de julho, os usuários amparados pela nova lei já consigam utilizar o transporte coletivo sem pagar pela tarifa.

Destravamento

O prefeito também falou sobre projetos já encaminhados ao Poder Legislativo, como o que solicita autorização para criação de novos 70 cargos de professores para a rede municipal, e projetos que chegarão à Casa nas próximas semanas.
Dentre eles, o que possibilitará a concessão de alvarás provisórios. Segundo Gazzetta, a medida integra o conjunto de ações propostas pelo governo para “destravar” a cidade.

 

VINICIUS LOUSADA

Assessoria de Imprensa