Miltinho Sardin pede intervenção em trevo perigoso da Bauru-Iacanga

18/10/2018 - Motoristas que tentam acessar a via não conseguem enxergar outros veículos que se aproximam do dispositivo viário; parlamentar também mostrou estragos causados por obras inacabadas do PAC Pavimentação

Miltinho Sardin: policiais rodoviários confirmam problema

  O vereador Miltinho Sardin (PTB) pediu providências para a solução de um grave problema que tem ocasionado frequentes acidentes em um acesso da rodovia Bauru-Iacanga (SP-321): um pequeno morro ao lado do trevo impede que os motoristas enxerguem os veículos que trafegam na pista.

  Em vídeo exibido na Tribuna da Câmara Municipal na última segunda-feira (15/10), o parlamentar comprovou a dificuldade de se ver até mesmo ônibus circulares que se aproximam do dispositivo viário

  De acordo com Miltinho Sardin, policiais rodoviários atestam a necessidade de intervenção no local e se comprometeram a disponibilizar estatísticas sobre acidentes, que serão encaminhadas à Secretaria Municipal de Obras, já informada sobre o problema.

  O vereador sugeriu a retirada de terra, a fim de garantir que a área ao lado do trevo se torne plana, proporcionando mais segurança aos motoristas que passam por lá, especialmente moradores da Vila São Paulo, Nova Bauru, Pousada da Esperança, Jardim Ivone e Quinta da Bela Olinda. “Por volta das 18 horas, é um absurdo o que ocorre por aqui”, disse em vídeo gravado no trevo.

Prejuízos por obra inacabada

  Ainda na Tribuna, Miltinho Sardin cobrou a conclusão obras de pavimentação na Alameda Granada, do Parque Roosevelt. Em visita ao local, o parlamentar constatou que as recentes chuvas provocaram erosões onde, há quatro meses, foram instaladas as guias e sarjetas que deveriam anteceder a chegada do asfalto.

  Os serviços, contudo, não foram terminados. Como consequência, moradores não conseguem entrar com automóveis nas garagens de suas residências.

  O parlamentar reiterou, portanto, a necessidade de que intervenções de urgência sejam executadas, enquanto as obras do PAC Pavimentação não são concluídas, e alertou que as instalações de drenagem já realizadas também correm risco.

  “O cidadão paga o imposto e não tem condição de entrar na casa dele. Nós pagamos esses serviços e o dinheiro é jogado no ralo”, lamentou Miltinho Sardin, pontuando que não há espaço no orçamento municipal para desperdícios.

Assista à íntegra do pronunciamento

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru