Mesa Diretora realiza reunião de trabalho com as diretorias internas

- Assessoria de Imprensa

Entre os assuntos tratados estavam a manutenção do prédio e a reposição dos cargos vagos

Na tarde desta sexta-feira (5/3), a Mesa Diretora (biênio 2021-2022) da Câmara Municipal de Bauru se reuniu na Sala de Vereadores “Eng. José Queda” com setores da controladoria e administrativo para traçar o plano de trabalho para 2021.

O encontro foi conduzido pelo presidente da Casa Markinho Souza (PSDB), que iniciou às discussões com os apontamentos da Controladoria e da Diretoria Administrativa do Legislativo.

Dentre os assuntos tratados estão possíveis alterações na legislação interna da Casa de Leis, os apontamentos sobre a estrutura organizacional no relatório de 2019 do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo - TCE/SP e as melhorias estruturais, que vão desde rachaduras, infiltrações e problemas no alicerce (fundação) do prédio. A sede do Poder Legislativo possui uma estrutura de mais de cinco décadas, que não passou por nenhuma modernização, com instalações elétricas e hidráulicas ultrapassadas, provocando danos e gerando custos constantes de manutenção. As adequações são necessárias para que a sede do Poder Legislativo obtenha o documento AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

A reposição do quadro de servidores efetivos em vacância também foi tema das discussões. O último concurso público foi realizado em 2014 e o déficit atual chega a 19 cargos vagos, entre agente de segurança legislativa, serviços auxiliares, assistente legislativo, recepcionista e vigia.

Participaram das discussões os membros da Mesa Diretora, o vice-presidente Guilherme Berriel (MDB); o 1º secretário Pastor Bira (Podemos); o 2º secretário Pastor Edson Miguel (Republicanos). Também estavam presentes os vereadores Luiz Carlos Bastazini (PTB), Junior Lokadora (PP), o Chefe de Gabinete da Câmara, Vanderlei de Oliveira, a Controladora Interna, Juliane Orestes Chan; o Consultor Jurídico, Arildo de Lima Junior, e a Diretora Administrativa, Célia Harumi Nakasato.

Estrutura física atual

O prédio da Casa de Leis também não dispõe de um número suficiente de salas de reuniões para acolher encontros, muitas vezes realizados simultaneamente pelas Comissões Permanentes do Legislativo, e que são abertos à sociedade para discussão de projetos e assuntos relacionados às temáticas de atuação.

O imóvel não conta com estrutura de banheiros adequada para o atendimento à população que frequenta as dependências do Poder Legislativo.

Além disso, os servidores da Casa de Leis aglomeram-se em pequenas divisões, em condições diversas do que se recomenda para o bom andamento dos trabalhos.