Melhoria na rede de internet e compra de equipamentos são apontados por gestores em Audiência Pública

- Assessoria de Imprensa

Segundo encontro para apresentação dos projetos de Inovação Tecnológica das secretarias municipais ocorreu nesta terça-feira (20)

A Câmara Municipal de Bauru promoveu nesta terça-feira (20/4), por iniciativa do vereador Mané Losila (MDB), presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, um segundo encontro, por meio de Audiência Pública, para apresentação dos projetos de Inovação Tecnológica que as secretarias municipais pretendem implantar a curto, médio e longo prazo no município.

Participaram também a vereadora Chiara Ranieri (DEM), que integra a comissão, e os vereadores José Roberto Segalla (DEM) e Junior Rodrigues (PSD).

A audiência contou ainda com a presença, por videoconferência, do secretário municipal de Saúde, Orlando Costa Dias; do assessor de infraestrutura e gestão tecnológica da Secretaria da Saúde, Eliton Martins; da secretária do Bem-Estar Social, Ana Salles; da secretária de Cultura, Tatiana Sá; do secretário de Esportes e Lazer, Flávio Oliveira; e da secretária de Educação, Maria do Carmo Kobayashi.

Também participaram de forma remota, os representantes da Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (Asserti), Thiago Amor e Robson Carmona; os empresários de tecnologia, Eduardo Stevanato e Alexandre Nicolas; da Comissão de Direito Eletrônico e Digital da OAB Bauru, Maurício Ruiz; da Fatec Bauru, Sebastião Gândara Vieira; da diretora da MStech Educação e Tecnologia, Fernanda Sartori; do Sebrae/Bauru, o consultor de negócios Clemilton Bassetto; além de representantes de entidades e membros da sociedade civil.

Executivo

Eliton Martins iniciou a apresentação das ações de informatização desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde falando sobre o processo de interligação das unidades por fibra óptica, com datacenter próprio. De todas as unidades, apenas o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) ainda precisa ser conectado à rede.

A informatização do Pronto Socorro Central também é planejada pela pasta. A rede necessária já está disponível, mas ainda faltam a compra de equipamentos e o treinamento dos funcionários. A secretaria está no processo de implantação de totens e painel de senhas nas UPAs, ação que facilita o acompanhamento do atendimento e permite que o profissional chame o paciente direto do computador.

A criação de um dispositivo que permita o agendamento de consultas e exames online, a implantação da telemedicina e a utilização de certificado e assinatura digital nos documentos, também são planejadas pela secretaria.

Em longo prazo, a pasta pretende pensar na digitalização dos prontuários antigos em um sistema de Gestão Eletrônica de Documentos. Tal medida facilita o acesso aos documentos, é mais segura e dispensa a necessidade de um espaço físico para armazenamento dos prontuários.

A necessidade de uma melhoria nos equipamentos da secretaria, principalmente na troca de computadores obsoletos, foi citada por Costa Dias como um empecilho para a realização dos planos apresentados.

Ana Salles iniciou sua apresentação explicitando a necessidade de adaptação e virtualização dos atendimentos da SEBES, impostos pela pandemia. Melhorias na rede de internet da secretaria e ligações com a rede da prefeitura foram citadas pela secretária.

O sistema de georeferenciamento, necessidade já apontada por outros secretários na última Audiência Pública do ciclo, também foi citado por Salles. Para ela, tal medida possibilitaria um acompanhamento prévio mais preciso e rápido das demandas sociais de cada área do município.

Hoje, a SEBES mantém os atendimentos e reuniões de forma remota, muitas vezes utilizando o dispositivo particular dos funcionários. Para Ana Salles, muitas melhorias na estrutura da secretaria precisam ser realizadas em curto prazo. Processos de licitação e compra de equipamentos estão em andamento.

Tatiana Sá destacou as dificuldades enfrentadas pela Secretaria de Cultura na adaptação dos trabalhos realizados pela pasta. Em curto prazo, estratégias para melhorar o teletrabalho desenvolvido pelos técnicos da secretaria estão sendo desenvolvidas.

Além disso, a digitalização do acervo dos museus do município, a futura criação de um canal do youtube que transmita e armazene os eventos promovidos pela secretaria e a implantação de um sistema virtual de gestão das bibliotecas foram apresentadas pela secretária.

Tatiana ainda apontou a necessidade de melhoria na rede de internet da pasta, a compra de equipamentos de captação e edição de vídeo e computadores, como ações que devem ser tomadas para melhorar o trabalho da Secretaria de Cultura.

Flávio Oliveira falou sobre a intenção da SEMEL em construir um sistema de registro das famílias atendidas pelos programas da secretaria, em conjunto com a SEBES, que permita o acompanhamento desses alunos.

A digitalização de alguns processos da secretaria, como agendamento e reserva de espaços esportivos e matrícula nos projetos, também foi citada pelo secretário.

Comum às outras secretarias, Flávio Oliveira também classificou como necessária a melhoria na rede de internet da pasta e a compra de computadores.

Maria do Carmo Kobayashi, começou sua apresentação apontando as necessidades impostas pela pandemia no trabalho da secretaria. A criação do repositório de atividades online, já em uso, foi uma das adaptações desenvolvidas para possibilitar o ensino remoto.

A implantação de internet por fibra óptica nas escolas municipais, que irá melhorar o acesso nas unidades e interligar a rede de ensino do município, está em fase final. Além disso, o Executivo adquiriu 475 computadores, 217 notebooks e 560 tablets que serão usados nas escolas municipais.

Kobayashi também apresentou a parceria firmada entre a Prefeitura Municipal e o Google para o uso do G-Suíte, plataforma que conta com um conjunto de ferramentas para fins educacionais. A viabilização do uso da plataforma está em fase inicial, com a criação de contas para os alunos e professores e o treinamento para gestores escolares.

De acordo com a secretária, a compra de chips para professores e alunos, que possibilitem o acesso às atividades do ensino remoto, está em fase de licitação.

Vereadores

Chiara Ranieri destacou a importância desse ciclo de Audiências Públicas para entender os desafios que deverão ser enfrentados pelas secretarias a fim de aprimorar os processos tecnológicos das mesmas.

Para a parlamentar, o encontro é necessário para o trabalho que deverá ser desenvolvido pela Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa de Leis, colaborando com a viabilização dos planejamentos apresentados.

José Roberto Segalla disse ter ficado surpreso com as apresentações, percebendo o compromisso dos secretários com os processos que podem melhorar as ações desenvolvidas por suas pastas.

Ciclo de Audiências

A próxima Audiência Pública que dará continuidade às apresentações dos Projetos de Inovação Tecnológica que as secretarias municipais pretendem implantar a curto, médio e longo prazo, será no dia 4 de maio, às 14h.

Para o terceiro encontro do ciclo, foram convocados os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda, Charlles D'Angelus; de Administração, Everson Demarchi; de Economia e Finanças, Everton Basilio; de Negócios Jurídicos, Gustavo Bugalho, e o coordenador da Defesa Civil, Marcelo Ryal.

A última audiência com o mesmo tema está agendada para o dia 11 de maio, com a presença das empresas públicas e autarquias do município.