Markinho Souza sugere que ‘reforma administrativa’ seja discutida em partes

- Assessoria de Imprensa

Em razão da complexidade da matéria, o parlamentar pediu que o prefeito retire o projeto do ‘Novo Organograma’ e encaminhe propostas mais relevantes separadamente

Líder do governo na Câmara Municipal de Bauru, o vereador Markinho Souza (PP) pediu, nesta segunda-feira (02/09), que o prefeito Clodoaldo Gazzetta retire de tramitação o Projeto de Lei com a proposta de novo Organograma para a administração direta (Processo 153/19) e encaminhe ao Legislativo projetos com mudanças pontuais.

Segundo ele, a medida simplificaria a apreciação de matérias consideradas cruciais pelo parlamentar, como a criação do Instituto de Planejamento, de subprefeituras em regionais já existentes e de coordenadorias temáticas.

Todas essas propostas estão contempladas no projeto do chamado “Novo Organograma”. O texto, entretanto, traz outros pontos que têm gerado questionamentos, mesmo por parte de vereador da base de apoio ao Poder Executivo.

Markinho Souza ponderou que a matéria é complexa e, se vier à Câmara destrinchada, há mais chances de que seus principais aspectos sejam votados.

O texto será discutido nesta terça-feira, às 9h, na Comissão de Justiça, Legislação e Redação.

Presidente da colegiado e relator da matéria, os vereadores Sandro Bussola (PDT) e Roger Barude (PPS) endossaram a posição de Markinho.

Assista à íntegra do pronunciamento