Mané Losila: pacientes diabéticos estão sem medicamentos há 90 dias

18/10/2018 - Na Tribuna Legislativa, o parlamentar relatou ainda a retirada de equipamentos do Hospital de Manoel de Abreu, fechado em 2016, à espera de reforma

Losila: "Não podemos deixar chegar a essa situação"

  O vereador Mané Losila (PDT), na Sessão da Câmara Municipal de Bauru da última segunda-feira (15/10), voltou a denunciar a falta de medicamentos básicos, porém de alto custo, dos quais dependem pacientes diabéticos crônicos que vivem na cidade.

  O problema já havia sido abordado pelo parlamentar no final de setembro, mas ainda não foi sanado.

  Segundo ele, munícipes não conseguem retirar o medicamento na farmácia vinculada à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo há 90 dias.

  “Aposentado com salário mínimo tem que gastar mais de R$ 300,00 ou R$ 400,00 para comprar remédio que o poder público deveria fornecer. Não podemos deixar chegar a essa situação”, criticou Losila.

  O vereador disse ainda esperar que problemas básicos da Saúde sejam minimizados após a posse do deputado federal eleito Rodrigo Agostinho (PSB), já que metade das emendas de autoria dos membros do Congresso Nacional deve ser, obrigatoriamente, destinada à área.

  Ainda sobre a gestão estadual, Mané Losila relatou que, na última semana, equipamentos foram retirados do Hospital Manoel de Abreu, fechado em 2016 para ser reformado e ampliado. As obras, no entanto, nunca sequer foram iniciadas.

  Para o parlamentar, o fato causa ainda mais estranheza porque o diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS-6), Paulo Eduardo de Souza, ao ser acionado em busca de esclarecimentos, revelou desconhecer o caso.

Assista à íntegra do pronunciamento

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru