Losila defende: Anac deve autorizar em Bauru mesmo número de voos do aeroporto de Rio Preto

18/09/2018 - No outro município, são 46 decolagens semanais; para o Moussa Tobias, portaria do órgão federal limitou em 5

Losila é presidente da Comissão de Serviços Públicos e Transportes

  Junto à aprovação de Moção de Apelo tratando do mesmo assunto, na Sessão da Câmara Municipal de segunda-feira (18/09), o vereador Mané Losila (PDT) defendeu que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) autorize a decolagem de pelo menos 46 voos semanais do Aeroporto Moussa Tobias.

  Portaria editada em 2016 pelo órgão federal restringe a operação do campo de aviação, também conhecido como Bauru-Arealva, a apenas cinco voos por semana.

  Já o número pleiteado pelo parlamentar, de 46, é o mesmo autorizado para o Aeroporto de São José do Rio Preto.

 “O pouco movimento no Moussa Tobias não se dá por conta das empresas aéreas, mas sim em função dos problemas políticos que nossa cidade enfrenta nas esferas estadual e federal”, criticou Mané Losila, ao explicar que a portaria da Anac foi definida a partir de encaminhamentos do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) – órgão responsável pela gestão do aeródromo.

  O parlamentar frisou ainda que Bauru, com população de 400 mil habitantes, em uma região com 2 milhões de pessoas, tem demanda para mais voos em seu aeroporto.

  Ao prefeito Clodolado Gazzetta, por fim, Mané Losila ressaltou que os comentários feitos pelo apresentador Luciano Huck em redes sociais na última segunda-feira – sobre a indisponibilidade de táxis e de serviços de transporte por aplicativos no Moussa Tobias – podem ser uma oportunidade para pressionar as outras esferas do poder público a propiciar mais movimento ao espaço, subutilizado para o transporte de passageiros e de cargas. “São 13 milhões de seguidores”, frisou.

Assista à integra do pronunciamento

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru