Coronel Meira defende liquidação da EMDURB, com preservação de empregos

16/08/2018 - O parlamentar é contrário à proposta do governo de transformar a empresa pública em autarquia

Meira: administração deve reduzir custos para ampliar investimentos

  O vereador Coronel Meira (PSB) defendeu, na última Sessão da Câmara Municipal de Bauru, que o governo dê início ao processo de liquidação da EMDURB, preservando, no entanto, os empregos dos cerca de 800 funcionários que atuam no órgão.

  O pronunciamento foi motivado pelo posicionamento contrário do parlamentar à proposta do Poder Executivo de transformar a empresa pública em autarquia.

  O prefeito Clodoaldo Gazzetta chegou a enviar à Câmara Projeto de Lei com este propósito, mas a matéria foi retirada.

  Meira ponderou que, aparentemente, a proposta parece positiva, pois, na condição de autarquia, a EMDURB seria beneficiada com a isenção de alguns tributos.

  Por outro lado, o órgão deixaria de ter que oferecer o menor preço para executar os serviços que presta à Prefeitura, na comparação com valores praticados por empresas privadas, o que, segundo Meira, levaria ao aumento do custo para os cofres públicos.

  “As empresas públicas foram uma saída interessante para os governos porque eram menos burocráticas, em razão do regime de direito privado. Com o passar do tempo, a estrutura da EMDURB ficou cara demais. A melhor saída é a liquidação”, pontuou Meira.

  Para não acarretar no desemprego de 800 pessoas, o vereador sugeriu que os trabalhadores sejam absorvidos pela administração direta e continuem exercendo as mesmas funções, mas subordinados às secretarias.

  Por fim, Meira argumentou que, se empresas privadas oferecem preços mais vantajosos para prestar os serviços atualmente atribuídos, o município deve terceirizá-los. Dessa forma, segundo ele, haverá mais recursos para investimentos municipais.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara Municipal de Bauru