Comissão de Saúde: secretário garante manutenção do financiamento federal aos CAPS de Bauru

29/11/2018 - José Eduardo Fogolin pontuou que publicação com suspensão de repasse foi motivada por análise equivocada do ministério

Vera Lúcia, Fogolin, Telma Gobbi e Bastazini

  Em reunião convocada pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Bauru, o secretário municipal de Saúde, José Eduardo Fogolin, atribuiu a uma falha na verificação de dados do Ministério da Saúde a inclusão da cidade em portaria do órgão federal que determinava a suspensão de repasses do SUS para o financiamento Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

  A análise equivocada sobre uma das unidades de Bauru constatou produtividade zero do serviço, o que não corresponde à realidade.

  Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde contatou o Ministério para apontar o erro e, segundo Fogolin, a questão foi esclarecida, garantindo a normalização dos repasses.

  Presidente da comissão, a vereadora Telma Gobbi (SD) disse estar satisfeita com a atualização das informações, já que, se os efeitos da Portaria 3659/18 para Bauru não fossem suspeitos, o município perderia R$ 768 mil ao ano. “A Câmara cumpre seu trabalho de acompanhar e buscar respostas”.

  Membro do grupo parlamentar, o vereador Luiz Carlos Bastazini (PV) também esteve na reunião, que contou ainda com a participação da diretora da Divisão de Saúde Mental, Vera Lúcia de Paula Rodrigues.

 

VINICIUS LOUSADA

Assessoria de Imprensa