Comissão de Economia libera projeto que classifica área de 2 milhões de m² como Distrito Industrial 5

- Vinicius Lousada

Imóvel, que não dispõe de infraestrutura para receber empresas, será doado pelo estado de São Paulo; projeto que declara de Utilidade Pública a a Associação Garra de Tigre de Kung Fu também foi apreciado

A Comissão de Economia, Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Bauru liberou, nesta quarta-feira (04/09), a tramitação de três processos.

Entre eles, o Projeto de Lei que propõe a classificação como Distrito Industrial de gleba com mais de 2 milhões de metros quadrados, cuja doação ao município será formalizada pelo governo do estado de São Paulo (Processo 171/19).

A área, que não dispõe de infraestrutura, será denominada como Distrito Industrial 5. O vereador Luiz Carlos Bastazini (PV) foi o relator da matéria.

Utilidade Pública – Garra de Tigre Kung Fu

Também recebeu parecer pela Normal Tramitação do parlamentar o Projeto de Lei da vereadora Chiara Ranieri (DEM), que declara de Utilidade Pública a Associação Garra de Tigre de Kung Fu (Processo 180/19).

A entidade desenvolve trabalho social e figura entre as melhores do país na formação de atletas de alto nível e na difusão da prática do esporte e da cultura chinesa ao oferecer, gratuitamente, as modalidades de Hung Gar Kuan, Sanda, Shuai Jiao, Tai Chi Chuan e a tradicional Dança do Leão.

O projeto social, idealizado por estudantes universitários, iniciou seus trabalhos em 1995 e, desde 2006, tem suas atividades formalizadas.

A equipe Garra de Tigre obteve títulos individuais e marcas inéditas ao alcançar posições de destaque em eventos, campeonatos internacionais e o mundial de Kung Fu, na China, onde a modalidade foi criada. O grupo conquistou o campeonato mundial em 2012, 2013 e 2016 e figurou no pódio em 2010 e 2014, além das vitórias em diversas competições estaduais, nacionais, sul-americanas, pan-americanas e europeias.

Arquivo Público – Câmara Municipal

Com relatoria da vereadora Chiara, a comissão liberou ainda o Projeto de Resolução da Mesa Diretora, que transforma o Serviço de Microfilmagem e Arquivo do Legislativo em Serviço de Arquivo Público da Câmara Municipal de Bauru (Processo 182/19).

A proposta ajusta a nomenclatura e as atribuições ao regramento federal para a análise dos documentos físicos e seu eventual descarte.

A mudança também se faz necessária porque o serviço de microfilmagem não é mais utilizado pela Casa de Leis.

A comissão

A Comissão de Economia, Finanças e Orçamento, presidida pela vereadora Yasmim Nascimento (PSC), se reúne às quartas-feiras, às 9h30, e tem como membros os parlamentares Sandro Bussola (PDT), Chiara Ranieri (DEM), Ricardo Cabelo (PPS) e Luiz Carlos Bastazini (PV).