'CEI da COVID-19': primeira reunião define cronograma

- Assessoria de Imprensa

Os membros definiram a data de apresentação do relatório final e os nomes para as primeiras oitivas da comissão de investigação

A Câmara Municipal de Bauru promoveu na manhã desta terça-feira (11/5), a primeira reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI), sobre a atuação da Prefeitura no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus no município. A 'CEI da COVID-19' é presidida pelo vereador Mané Losila (MDB) e tem como relator o vereador Eduardo Borgo (PSL). A finalidade é apurar as ações e omissões do Governo Municipal de Bauru nos anos de 2020 e 2021.

Estiveram presentes os membros do colegiado, Junior Rodrigues (PSD), Mané Losila (MDB), Junior Lokadora (PP) e Pastor Bira (Podemos). Também participaram os vereadores Beto Móveis (Cidadania) e Julio Cesar (PP).

Losila apresentou a data final para a entrega do relatório final, cumprindo o prazo de 60 dias de trabalho desde a sua instauração. A apresentação deverá ocorrer no dia 8 de julho.

As oitivas e reuniões também foram definidas, semanalmente às terças-feiras, a partir das 14h. Ficando definidas as seguintes datas: 18 de maio, 1º, 8, 15, 22 e 29 de junho e o último encontro no dia 8 de julho.

Para análise técnica, o relator Eduardo Borgo sugeriu convidar representantes das seguintes entidades: Associação Comercial e Industrial de Bauru (Acib), Sindicato do Comércio de Bauru e Região (Sincomércio), Sindicato dos Empregados no Comércio de Bauru (Sincomerciários), OAB Bauru, Conselho Municipal de Saúde e Associação Paulista de Medicina (APM) e o Sindicato dos Contabilistas de Bauru e Região (Sindcon).

Como convocados e convidados, foram elencados os secretários e ex-secretários da Saúde, Bem-Estar Social, Economia e Finanças, Administração, Negócios Jurídicos, Planejamento e o diretor do Departamento de Saúde Coletiva (DSC), Ezequiel Santos. Também será convidado o ex-prefeito Clodoaldo Gazzetta.

Um plano de trabalho deve ser apresentado pelo relator Eduardo Borgo ainda nesta semana, para definir a ordem de explicações.

A primeira oitiva está agendada para a próxima terça-feira (18/5), a partir das 14h, no Plenário da Casa de Leis. Neste encontro, deverão ser ouvidas quatro pessoas, que ainda serão definidas pelo colegiado.