Baep de Bauru recebe Moção de Aplauso

- Assessoria de Imprensa

Homenagem proposta pelos vereadores Coronel Meira e Eduardo Borgo celebra os dois anos de existência e atuação na cidade

Nesta terça-feira (29/11), o vereador Coronel Meira (União Brasil) prestou homenagem ao 13° Batalhão de Ações Especiais de Polícia, por completar dois anos de existência na cidade de Bauru e excelência em sua modalidade de policiamento e área de atuação. O parlamentar Eduardo Borgo (PMB), que também é autor da homenagem para a instituição militar, não pode participar da entrega da Moção.

A Moção n.º 88/2022 deu entrada na Câmara Municipal de Bauru no dia 29 de agosto deste ano e o documento foi aprovado, por unanimidade, pelo plenário da Casa de Leis, no dia 5 de setembro.

A entrega da homenagem foi conduzida pelo presidente da Câmara, vereador Markinho Souza (PSDB), e acompanhada pelos parlamentares Pastor Edson Miguel (Republicanos), Serginho Brum (PDT), Carlão do Gás (União Brasil), José Roberto Segalla (União Brasil), Miltinho Sardin (PTB), Pastor Bira (Podemos), Julio Cesar (PP), Guilherme Berriel (MDB), Junior Rodrigues (PSD), Junior Lokadora (PP), Renato Purini (MDB) e Beto Móveis (Cidadania).

Também estiveram presentes no Plenário “Benedito Moreira Pinto”, o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar do Interior (4º BPM-I), Tenente-Coronel PM Paulo Cesar Valentim; o comandante do Comando de Policiamento do Interior 4 (CPI-4), Coronel PM Hudson Covolan, e o Major PM Nilson Cesar Pereira, sub-comandante do 13º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), representando o Tenente-Coronel PM, Fábio Domingues Pereira, comandante do 13º Baep.

O vereador Coronel Meira (União Brasil), no ato de entrega da Moção, recordou a história da criação do Baep em 2014, época em que ele era comandante-geral da Polícia Militar (PM) de São Paulo, e celebrou a oportunidade de entregar a homenagem ao batalhão. “É muito prazeroso para mim, enquanto policial militar e agora na condição de vereador, fazer essa homenagem ao Batalhão de Ações Especiais da Polícia”.

Major PM Nilson Pereira, sub-comandante do 13º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), representando o Tenente-Coronel PM Fábio Pereira, comandante do 13º Baep, que está em treinamento, agradeceu pela homenagem. “Para nós, é motivo de muito orgulho receber esta homenagem na data de hoje, porque externa para a população o nosso valor enquanto unidade policial militar”.

O comandante do Comando de Policiamento do Interior 4 (CPI-4), Coronel PM Hudson Covolan, responsável por 76 cidades na região de Bauru, também agradeceu pela Moção proposta pelos parlamentares e reconheceu a importância de homenagens como essa à categoria dos policiais militares em razão de sua dedicação à população e realização de cursos de aprimoramento. “São policiais que não têm hora para trabalhar. Não tem frio, não tem chuva ou Covid que os impeça. Estão sempre na linha de frente”.

História

A Região de Bauru foi contemplada no dia 28 de julho de 2020, com o 13º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), considerado a tropa de elite da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

A unidade foi gestada a partir do fim de 2019, sob o comando do então Tenente-Coronel PM Ézio Carlos Vieira de Melo e do então Major PM Paulo César Valentim, apoiados por demais oficiais e praças designados para estruturá-la.

O 13º Baep teve início com efetivo de 224 policiais militares, grupamentos de Canil e Cavalaria, com 39 cães e 30 cavalos, além de frota com 35 viaturas.

Sua tropa se submete a atividades físicas e treinamentos diários, sendo diferenciada devido aos meios disponibilizados, com dinâmica da mesma natureza daquelas pertencentes ao Comando do Policiamento de Choque, em São Paulo, como as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), os Comandos e Operações Especiais (COE) e o 3º Batalhão de Choque.

Sua sede ocupa o prédio da extinta Codasp, na avenida Rodrigues Alves, n.º 38-118, no Município de Bauru, com área aproximada de 43 mil metros quadrados, obtido após intenso trabalho do Coronel Robson Douglas de Souza para a cessão deste espaço.

O poder de fogo também é diferenciado em relação às demais unidades territoriais, já que a função do BAEP consiste em fazer frente a situações de maior complexidade, como sequestro, roubo a banco e ações envolvendo organizações criminosas.

Ressalve-se que o 1º Baep foi criado no dia 6 de janeiro de 2014, na região de Campinas, pelo então comandante-geral da Polícia Militar (PM) de São Paulo, Coronel PM Benedito Roberto Meira, atualmente vereador desta Casa de Leis, em seu segundo mandato, justamente com o propósito de contemplar o atendimento a ocorrências complexas no Interior do Estado.