Audiência Pública propõe Dia Municipal da Assistente Social

15/05/2018 - Reunião resgatou o histórico do Serviço Social no Brasil, começando pelas primeiras atividades filantrópicas, passando pela consolidação da atividade profissional, até chegar à implantação do SUAS

Jussara Canella discursando em homenagem a Egli Muniz

  A vereadora Yasmim Nascimento (PSC) vai apresentar Projeto de Lei com o intuito de estabelecer, no Calendário Oficial de Bauru, o 15 de maio como Dia Municipal da Assistente Social.

  A proposta foi deliberada em Audiência Pública realizada na tarde desta terça-feira (15/05), por iniciativa da parlamentar, com ampla participação das profissionais que serão homenageadas.

  Também participou do encontro o vereador Serginho Brum (PSD), que, junto a Yasmim, destacaram a relevância da categoria em um País marcado por desigualdades.

  Secretário municipal do Bem-Estar Social, José Carlos Augusto Fernandes, junto à chefe de Gabinete da Prefeitura, Majô Jandreice, representou o Poder Executivo de Bauru.

A assistente social Ana Sales destacou as principais atividades da Sebes

  Além deles, a assistente social Sales Toledo apresentou os programas de assistência desenvolvidos pelo município, por meio de parcerias com os governos estadual e federal, com parcerias junto a entidades sem fins lucrativos.

  Antes disso, um vídeo resgatou o histórico do serviço social no Brasil, começando pelas primeiras atividades filantrópicas, passando pela consolidação da atividade profissional, chegando à implantação do SUAS – Sistema Único de Assistência Social, que compreende como direito a oferta de condições que garantam a dignidade humana.

  Ana Sales frisou ainda que o profissional do serviço social lida com questões sensíveis como a fome e o desemprego, mas sempre a partir de conhecimentos teórico e metodológico.

  “Temos que tirar a ideia de que o assistente está lá apenas para entregar um benefício”, pontuou.

  Diretora da Seccional de Bauru do CRESS – Conselho Regional de Serviço Social, Cláudia Patrícia Clérigo ressaltou, que, em meio à conjuntura marcado por ataques e retirada de direitos, o momento exige resistência por parte das assistentes sociais.

  A assistente social frisou que a categoria também integra a classe trabalhadora e é prejudicada pelas propostas das reformas trabalhista e previdenciária.

  A audiência contou ainda com a participação da pastora Nelli Santana, que falou sobre o trabalho social criteriosos desempenhado pela Igreja do Evangelho Quadrangular.

Homenagem

Brum e Yasmim homenageiam Maura e Daniele, filhas de Egli Muniz

 A vereadora Yasmim e as profissionais presentes dedicaram a parte final do encontro à homenagem prestada a Egli Muniz, que morreu em 2012, aos 66 anos.

  Com passagem pelo comando da Sebes, a assistente implantou, em Bauru, uma nova filosofia para a prática da assistência social.

  Companheira de trabalho de Egli, a assistente social Jussara Canella subiu à tribuna para discursar em homenagem à amiga, emocionando todos os presentes.

  Filhas de Egle, Maura Muniz Lourenço e Daniele Muniz Lourenço estiveram presentes e receberam flores dos vereadores Yasmim e Serginho Brum.

 

VINICIUS LOUSADA

Assessoria de Imprensa